Controle da Ansiedade antes de uma apresentação

Controle da Ansiedade antes de uma apresentação

By Thaïs Nacif | Autoestima

abr 24

Controle da Ansiedade antes de uma apresentação

A ansiedade, para muitos, remete sentimentos de angústia, aflição, medo, incerteza, entre outros sentimentos ruins. Ela pode ser prejudicial ou não. O que irá determinar se a ansiedade será boa ou ruim, será o nível da sua intensidade, somado à "gravidade" da situação. Ou seja, a ansiedade é mais elevada, principalmente quando há situações em que o bom desempenho da pessoa está em jogo ou quando, de alguma forma, haverá aprovação ou não de uma ou mais pessoas. Te convido a entender melhor, como se consegue o controle da ansiedade antes de uma apresentação.

Enter your text here...

Neste vídeo abaixo, eu falo sobre a ansiedade de uma forma bastante semelhante ao texto escrito.​ Você pode escolher ou ver os dois, ok?!

Vivemos numa era de tecnológica avançada porém, em se tratando do "EU" EMOCIONAL, aquele que cuida das próprias emoções, vivemos como se estivéssemos na "idade da pedra".

No nosso dia a dia, temos rituais como, por exemplo,  tomar banho, fazer a higiene bucal e higiene corporal. E para a higiene mental? Que tipo de ritual é feito? Claro que uma meditação ajuda, mas para se conseguir um efeito mais eficaz, temos, segundo Dr. Augusto Cury, cinco segundos para intervir após uma situação ruim que nos gera muita ansiedade. No entanto, como não praticamos desde a infância um ritual para administrar esse lado mental/psicológico, acaba que a pessoa se sente sufocada, pois não consegue "colocar pra fora" o que realmente está incomodando.

Na realidade, o ideal é: assim que esse tipo de situação ameaçadora aparecer, fazer como se o seu outro "EU" saísse do cenário angustiante. Com uma visão externa, faça essa rápida higiene mental de forma íntima e silenciosa, antes que fique gravado na memória mais uma experiência ruim. Discordando, dizendo NÃO à situação, sendo um próprio advogado de defesa, pois a mente é poderosa e não se pode permitir que pensamentos ruins se estabeleçam. Quem comanda a sua vida e a sua mente, é VOCÊ.

FALAR EM PÚBLICO, é uma das situações mais temerosas e que geram maior ansiedade entre as pessoas.  Somente 7% das pessoas tem o dom da oratória, os outros 93% não tem, mas podem e devem se preparar para tal, com garantia de sucesso! Na verdade, o que parece, é que as pessoas não tem medo de falar em público em si, elas tem medo DE ERRAR em público.

Existem duas formas com relação ao medo: ou você luta ou foge. Considerando que devemos lutar e seguir com a proposta de falar em público, mãos suadas, boca seca, tremedeira e taquicardia são sintomas comuns de quem está prestes a falar em público. Seja para qual plateia for: de 200 executivos à apresentação do trabalho em grupo aos colegas da sala de aula, ao brinde na festa de casamento do melhor amigo ou à entrevista de emprego. Ou seja, não importa a audiência.

Controle da Ansiedade:

A ansiedade é sempre "incontrolável". Para quem sofre com o problema, dominar o tema da apresentação não é suficiente para fugir dos sintomas. A boa notícia é que alguns truques podem ajudar o ansioso a manter o controle e evitar o temido 'branco' diante do público. Assim como a preparação do texto e do material a ser apresentado e os ensaios em frente ao espelho, a forma como se comportar nos momentos que antecedem a apresentação, também são fatores determinantes que ajudarão a acalmar quem irá falar.

  • Circule pelo Local da Apresentação

    Conhecer o ambiente é uma das formas para controlar a ansiedade. Confira os equipamentos eletrônicos envolvidos na apresentação, como microfone, luzes, projetor e a organização dos lugares na plateia, sendo o caso.

    Conversar com algumas pessoas da plateia antes da apresentação aproxima o palestrante de seus ouvintes. A conversa rápida com uma ou outra pessoa, ajuda a relaxar o orador, pois ameniza a imagem distante e "assustadora" do público que o espera.

    Ouça a apresentação anterior( se houver)

    A apresentação anterior (quando há mais de um palestrante na programação, claro) dá uma prévia do humor e receptividade dos ouvintes. De acordo com a reação do público, é possível fazer pequenas alterações em um ou outro trecho da próprio contexto.

    Respire, profundamente, repetidas vezes

    Nos últimos momentos antes de falar em público, respirar lenta e profundamente, de 3 a 5 vezes, também ameniza os efeitos da ansiedade, pois aumenta a oxigenação no sangue e inibe a liberação de adrenalina.

    Pratique o primeiro minuto do discurso

    Ensaie mentalmente as primeiras falas da apresentação. Ter a abertura do discurso na ponta da língua diminui a ansiedade e permite que o palestrante olhe diretamente para o público em vez de checar anotações ou power point, por exemplo. Isso cria uma primeira impressão de segurança e autoconfiança.

    Tenha pensamentos positivos

    Outro truque para reduzir o estresse e aumentar a sensação de bem-estar nos minutos que antecedem é ter pensamentos positivos. É isso mesmo! Pode parecer repetitivo, mas funciona! Esqueça frases negativas como "estou muito nervoso" e mantenha em mente "sou especialista nesse assunto", por exemplo.

    Vá ao banheiro

    Mesmo que não esteja com "vontade", programe-se para ir ao banheiro nos quinze minutos que antecedem a apresentação. A ansiedade pode provocar uma vontade fora de hora nos últimos segundos antes de se falar em público, quando não há mais tempo para dar uma fugida ao toalete.

    Sorria

    Sorrir ajuda a manter o corpo relaxado. Durante a apresentação, o sorriso também demonstra autoconfiança, além de domínio e entusiasmo pelo assunto abordado.

    Mantenha uma postura de confiança

    Um estudo realizado em Harvard mostrou que manter uma postura de confiança, como apoiar os braços sobre a mesa enquanto inclina o tronco para a frente, mesmo que por dois minutos, não só transmite ao interlocutor a imagem de segurança como ajuda, de fato, a elevar a sensação de autoconfiança. Segundo a pesquisa, cruzar os braços com os ombros para trás e a cabeça levemente erguida também pode impulsionar esse sentimento antes da apresentação.

    Beba um gole de água

    Água em temperatura ambiente limpa a garganta e ajuda a controlar a boca seca - evite, portanto, alimentos gelados, bebidas lácteas e água gaseificada, que acentuam o problema. Certifique-se de manter uma garrafa de água à mão durante a apresentação.

    Movimente-se

    Caminhe, abaixe-se, alongue-se. O movimento alivia o estresse e oxigena o cérebro.

    Permaneça de pé nos últimos cinco minutos de espera

    Assim, o corpo reúne energia e se prepara para entrar em ação.

Colocando em prática essas orientações acima, com certeza você irá se sentir melhor, com mais autoconfiança, maior segurança e menos ansiedade, a cada situação onde precisar falar com uma ou mais pessoas.

Follow

About the Author

Olá! Meu nome é Thaïs Nacif e sou Coach de Autoestima. Meu desejo maior é ajudar as pessoas e fazer o mundo um lugar mais feliz e agradável para se viver! Espero compartilhar aqui o meu melhor e ajudá-lo a elevar sua autoestima para um nível superior. :-)

Leave a Comment:

(4) comments

Patrícia 4 years ago

Muito boa as dicas! As que mais gostei foram as dicas de postura corporal! Acho que faz toda diferença! Parabéns.

Reply
    Thaïs Nacif 4 years ago

    Fico contente que esteja aproveitando! 🙂

    Reply
Fatima Sodré 4 years ago

Gostei muito das dicas. Eventualmente falo para um público de 300 à 500 pessoas…
A tremedeira e o suor nas mão, são inevitáveis. Vou treinar suas dicas.
obrigada!

Reply
    Thaïs Nacif 4 years ago

    Olá, Fátima!

    Experimente sim, essas dicas e depois deixe aqui seu comentário, ok?!

    Ótimo esse compartilhamento! E fico muito contente em estar contribuindo!

    Sucesso! 🙂

    Reply
Add Your Reply

Leave a Comment: